23.4.09

VINTE@1$*╗╝mst▒....artnz▒D▒»OIS ╗╝¢¯DE.. #@!&*gafsrqtbmlaçJULHO..opo DEesesdertedcdDOIS.╗╝╗╝╗╝ MIL╗╝ E╗╝╗╝ S╗╝╗╝EIS

Sabadão de sol acho que o letra de domingo devia mudar de nome .. hehehe letra de sábado ... enfim ... seguindo no invernão, nem tão frio assim, mas com noite belíssimas e inspiradoras, segue mais uma letra de banda que tinha um som que convencionou-se chamar de gótico*, dark, coldwave* ou post punk* ( pós punk*) e que tem em si algumas estranhas similaridades ( não só estéticas) com a escola alemã de design e arquitetura que lhe empresta o nome: Bauhaus* ( mais informações aqui e aqui ) ... segue um brevíssimo relato: a escola dura pouco tempo no período da República de Weimar* na Alemanha pré nazista, 14 anos para ser mais exato, porém deu origem à um sem fim de idéias, ideais e elementos estéticos que perpassam todo século XX e ainda estão sendo utilizados no séc XXI ... a banda também dura pouco e também compactua com o estilo minimalista que caracterizava os conceitos da estética da escola Bauhaus ... e um certo niilismo são marcas igualmente caracteristicas de ambas que sobreviveram pouco dentro de um cenário político de direita como a ascenção crescente do Nazismo ( nacional socialismo*) para a escola,e o governo ultra reacionário de Margaret Thatcher* para a banda .... prolixo este texto de hoje né ? manias de historiador .. hehehehe as outras letras estão ligadas a estas tendências aqui descritas inclusive uma delas do vocalista da Bauhaus hehehehe hoje devido à importancia e pra melhor entendimento desta banda que ainda hoje tem suas influências cravadas na música de muita gente, seguem alguns links diferentes e"à mais" de vídeos deles no youtube, além do da letra de hoje...

Banda: Bauhaus
Música: In the Flat Field


A gut pull drag on me
Into the chasm gaping we
Mirrors multy reflecting this
Between spunk stained sheet
And odourous whim
Calmer eye- flick- shudder- within
Assist me to walk away in sin
Where is the string that Theseus laid
Find me out this labyrinth place

I do get bored, I get bored
In the flat field
I get bored, I do get bored
In the flat field

Yin and Yang lumber punch
Go taste a tart then eat my lunch
And force my slender thin and lean
In this solemn place of fill wetting dreams
Of black matted lace of pregnant cows
As life maps out onto my brow
The card is lowered in index turn
Into my filing cabinet hemispheres spurn

I do get bored, I get bored
In the flat field
I get bored, I do get bored
In the flat field

Let me catch the slit of light
For a maiden's sake
On a maiden flight
In the flat field I do get bored
Replace with Picadilly whores
In my yearn for some cerebral fix
Transfer me to that solid plain
Moulding shapes no shame to waste
Moulding shapes no shame to waste



Músico: Peter Murphy
Letra: Cuts You Up


I find you in the morning... after dreams of distant signs
You pour yourself over me like the sun through the blinds
You lift me up and get me out
Keep me walking but never shout
"Hold the secret close", I hear you say

You know the way it throws about.
It takes you in and spits you out
It spits you out when you desire
Toconquer it, to feel you're higher
To follow it you must be clean,
With mistakes that you do mean
Move the heart, switch the pace
Look for what seems out of place

Yeah on and on it goes, calling like a distant wind
Through the zero hour we'll walk... cut the thick and break the thin
No sound to break, no moment clear
When all the doubts are crystal clear
Crashing hard into the secret wind


You know the way it twists and turns
Changing colour, spinning yarns
You know the way it leaves you dry
It cuts you up, it takes you high
You know the way it's painted gold
Is it honey? Is it gold?

You know the way it throws about.
It takes you in and spits you out
It spits you out when you desire
To conquer it, to feel you're higher
To follow it you must be clean,
With mistakes that you do mean
Move the heart, switch the pace
Look for what seems out of place
And now I find the special kind
You, yourself, like sun through blinds
You lift me up and get me out
Keep me walking but never shout
It's okay... it goes this way
The line is thin, it twists away
Cuts you up, It throws about
Keep me walking, but never shout

Banda: Finis Africae
Música: Círculos

A mão acaricia a pele e pede
"Por favor, faz do teu corpo a tua sede e bebe teu calor
vulgar"
Não há o que possa saciar
Tua fome te consome e destrói todo o prazer num mar
Onde ninguém alcança

Vivendo em círculos circuncêntricos, circos excêntricos
Palhaços, prostitutas, putas, passam pelas ruas

Pouco do que fica é pelo receio de te rever
Pouco do que fica é pelo receio de te rever
Lembrar o que eu não consigo entender
O medo escraviza a vida e não quer saber se há alguma esperança

Vivendo em círculos circuncêntricos, circos excêntricos
Palhaços, prostitutas, putas, passam pelas ruas

Vivendo em círculos circuncêntricos, circos excêntricos
Palhaços, prostitutas, putas, passam pelas ruas

http://www.davidjonline.com/enter.html
http://www.danielash.org/
http://www.bauhausmusik.com/tournotes/kevin.html
http://www.bn.br


















































M U S I K

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

BlogCatalog

Music Blogs - BlogCatalog Blog Directory